Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Motorista de W. Dias é detido com R$ 180 mil em espécie

Motorista do candidato ao governo do estado do Piauí, o senador Wellington Dias é detido com R$ 180 mil em notas de R$ 100; O motorista usava uma CNH falsa, diz polícia.

Abordagem ocorreu na BR-242, em Barreiras, região oeste da Bahia. Duas pessoas foram levadas à delegacia e não explicaram origem do valor.

Um montante de R$ 180 mil, em espécie, foi encontrado dentro de um carro no Km-805 da BR-242, na cidade de Barreiras, oeste da Bahia, durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta quinta-feira (11).

Duas pessoas foram conduzidos à delegacia. Uma delas, segundo o delegado Francisco de Sá, que investiga o caso, informou que é motorista do senador Wellington Dias (PT), candidato ao governo do Piauí, e apresentou crachá de identificação do Senado. Ele estava no veículo como passageiro, tinha saído de Brasília e informou ter como destino ao interior do Piauí.

Um veículo foi apreendido na BR-242, na cidade de Barreiras, estado da Bahia, com R$ 180 mil em notas de 100 reais. Segundo informações repassadas pela TV Clube, durante o programa Piauí TV, 2º Edição desta quinta-feira (11/09), o veículo está no nome do senador Wellington Dias (PT), candidato a governador do Estado. O fato também foi noticiado no Jornal Nacional.

José Martinho Ferreira de Araújo não soube informar a origem do dinheiro. Segundo a TV Clube, o motorista informou que havia saído de Brasília com destino ao interior do Piauí.

O homem se identificou para a Polícia Rodoviária Federal como sendo funcionário do Senado, e disse que trabalha com Wellington Dias. Ele ainda apresentou uma habilitação falsificada. No momento da apreensão, ele estava com um passageiro, que também foi encaminhado para a delegacia para prestar esclarecimentos.Em nota à imprensa, a equipe de Wellington Dias informou que o servidor está de férias e em viagem pessoal, enfatizando que não há qualquer relação do fato com o político. (Veja a íntegra ao fim da notícia).

De acordo com o delegado, o motorista não informou a origem do dinheiro, mas afirmou que ele seria usado para a compra de fazenda e que não há relação com o candidato. ``Ele disse que o senador não tem nada a ver com a situação. Todo esse dinheiro será apreendido e depositado judicialmente a favor da Justiça Federal``, afirmou o delegado.

O dinheiro era transportado debaixo do banco traseiro do veículo. Segundo a PRF, o condutor do veículo, que também foi preso, apresentou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa. Por não terem informado a origem do dinheiro, que estava dividido em notas de R$ 100, eles permancem até a noite desta quinta-feira na delegacia.

Íntegra da nota do senador Wellington Dias. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado, o carro no qual estava José Martinho Ferreira de Araújo, servidor do gabinete do senador, foi parado em uma fiscalização de rotina. Após o motorista Paulo Fernando de Souza apresentar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, os policiais resolveram fazer uma revista no interior do carro e encontraram as notas escondidas embaixo do banco traseiro.

Ainda de acordo com o boletim policial, em depoimento ao delegado Francisco de Sá, responsável pelo inquérito, o funcionário do Senado afirmou que era o dono da quantia, que segundo ele, seria usada para a compra de uma propriedade rural. O servidor alegou ainda que estava em viagem para São Miguel do Fidalgo (PI). Entretanto ao ser indagado sobre a origem do dinheiro o servidor do gabinete do Senador Wellington Dias não soube explicar bem como também não soube dizer o nome do dono da propriedade que iria comprar e nem tampouco o nome e local do imóvel.

Tanto o motorista, quanto o funcionário do senado são piauienses. José Martinho Ferreira de Araújo é natural de Paes Landim, e o motorista Paulo Fernando de Souza é natural de Oeiras.


Araújo negou ainda a polícia que o dinheiro tenha relação com o senador petista. ?Ele (Araújo) disse que o senador não tem nada a ver com a situação. Todo esse dinheiro será apreendido e depositado judicialmente a favor da Justiça Federal?, afirmou o delegado Francisco de Sá.


De acordo com o delegado, Araújo disse também que atua como motorista do petista e apresentou um crachá de identificação do Senado. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, a abordagem ocorreu no quilômetro 805 da BR-242, em Barreiras (BA).``O senador Wellington Dias (PT-PI) esclarece que não tem qualquer relação com o fato ocorrido no município de Barreiras, na Bahia, envolvendo o senhor José Martinho Ferreira de Araújo, servidor do Senado Federal, que, no momento do fato noticiado, se encontra de férias das suas funções, estando, portanto, em viagem pessoal sem qualquer ligação com a atividade do Senado ou do próprio senador``.


Fonte: G1.com
Foto: Divulgação
Edição: Walter F Fontenele
Postada dia 12/09/2014 às 15:14