Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Contrato com fornecedora dÁ¡ ao Fla acesso a CT europeu e tecnologia

AlÁ©m das clÁ¡usulas milionÁ¡rias, obrigaÁ§Áµes e direitos incluÁ­dos no contrato de 87 pÁ¡ginas entre Flamengo e Adidas, a fornecedora alemÁ£ colocou o clube da GÁ¡vea no status de "SÁ­mbolo A Mundial", o que quer dizer que o Rubro-Negro - ao lado de Chelsea, Real Madrid, Milan e Bayern de Munique - integra o portfÁ³lio mais prestigiado entre os clubes patrocinados pela empresa. Na prÁ¡tica, isso representa um plano estratÁ©gico de negÁ³cios, verba anual de R$ 1,5 milhÁ£o para aÁ§Áµes de marketing e acesso prioritÁ¡rio aos principais produtos da marca, incluindo testes de artigos que ainda nÁ£o foram lanÁ§ados no mercado.

A Adidas tambÁ©m colocarÁ¡ Á  disposiÁ§Á£o do Flamengo o centro de treinamento em sua sede na Alemanha, denominado "World of Sports (Mundo dos Esportes)", como centro logÁ­stico para "potenciais amistosos na Europa", conforme descrito no contrato de parceria. O espaÁ§o tem aproximadamente 39 hectares (ou 390 mil m²) usados para prÁ¡tica de diversos esportes e conta com cerca de 2.900 funcionÁ¡rios de mais de 50 naÁ§Áµes. HÁ¡ no contrato a obrigaÁ§Á£o de uma partida de exibiÁ§Á£o por ano - a Adidas ficarÁ¡ com todas as receitas, Á  exceÁ§Á£o dos direitos de transmissÁ£o, e as despesas do clube sairÁ£o da verba de marketing.

Entre os produtos disponÁ­veis para o clube, estÁ¡ um sistema de monitoramento de atividade fÁ­sica, o "miCoach Professional Team Training System". O sistema fornece indicadores fÁ­sicos e monitoramento nÁ£o invasivo. Entre os valores medidos pelo equipamento, estÁ£o velocidade, frequÁªncia cardÁ­aca, distÁ¢ncia percorrida com grande, mÁ©dia e baixa intensidades, entre outros. Entre os aparatos, estÁ£o sensores que sÁ£o acoplados Á s chuteiras dos jogadores.

Nesse caso, a nova fornecedora abre exceÁ§Á£o para que os atletas com contrato firmado com suas concorrentes possam usar chuteiras de outra marca, mas essa permissÁ£o se limita Á s chuteiras. Os demais calÁ§ados fora do gramado terÁ£o de ser Adidas.

A regra tambÁ©m vale para dirigentes. Nem o presidente eleito do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, estarÁ¡ livre do compromisso de nÁ£o aparecer em trajes da concorrÁªncia. O item seis da clÁ¡usula oito do contrato diz que "membros do clube, incluindo o presidente, os diretores do clube, os gerentes jurÁ­dicos, de marketing, de futebol e a comissÁ£o tÁ©cnica nÁ£o usarÁ£o ou vestirÁ£o quaisquer produtos de um concorrente quando estiverem no exercÁ­cio das suas funÁ§Áµes oficiais". A multa para esse tipo de infraÁ§Á£o Á© de R$ 25 mil, mas nÁ£o leva Á  rescisÁ£o contratual.

A Adidas se compromete ainda a indicar um gerente global de marketing dedicado a gerenciar a comercializaÁ§Á£o, as comunicaÁ§Áµes e a ativaÁ§Á£o do clube e dos negÁ³cios da Adidas a ele relacionados. A empresa destaca no contrato que o clube "deverÁ¡ ser capaz de se beneficiar da grande rede de relaÁ§Áµes que a Adidas mantÁ©m com as entidades regulatÁ³rias do futebol, ligas, clubes, agÁªncias e marcas globais no que diz respeito ao enriquecimento e desenvolvimento" da instituiÁ§Á£o como clube de futebol ou como marca.

Pelo status do patrocÁ­nio, a Adidas se obriga ainda a produzir pelo menos 50 produtos licenciados diferentes em cinco categorias: vestimenta para jogo, para treino, tradicionais e de passeio, acessÁ³rios e hardware. Os produtos serÁ£o expostos em 1.500 lojas pelo mundo, 600 delas obrigatoriamente nos maiores mercados de futebol, descritos no contrato. A empresa ainda se compromete a criar mercado eletrÁ´nico dentro do seu site em todos os mercados habilitados para transaÁ§Áµes dessa natureza, que incluem outros paÁ­ses como Nova ZelÁ¢ndia e Coreia do Sul.

    Fonte: Globo.com
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 25/12/2012 às 13:20