Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Donos de paredões enfrentam lei e levam mil carros ao litoral

A discussão entre os amantes de som automotivo e a Delegacia do Silêncio deve se intensificar no final deste ano, porque a fiscalização contra o uso inadequado das aparelhagens também será realizada nas cidades do litoral do Estado e os proprietários afirmam que a ação é ilegal.

Segundo o presidente da Associação Piauiense dos Amantes de Sons Automotivos (Apisom), Rinaldo Gomes, cerca de mil veículos e paredões devem se deslocar para cidades como Parnaíba e Luís Correia até o dia 31 de dezembro.

"Não existe lei que proíba que o som seja utilizado na praia ou que determine a apreensão pela PRF. Nós vamos utilizar em residências e na praia. Em Parnaíba e Luís Correia não há lei do silêncio", justifica o presidente.

A associação está acionando a assessoria juridíca para proibir o que os proprietários consideram uma arbitrariedade por parte da Delegacia do Silêncio.

Entretanto, o titular do Distrito, delegado Evaldo Farias, explica que o Código de Trânsito Nacional proíbe o transporte dos sons automotivos e que afirma que irá se basear no artigo 42 do Código Penal, que fala sobre a perturbação da ordem pública.

Os que vão para o litoral levando o som não estão fazendo isso só de enfeite. O uso seria permitido se eles fossem contratados pelo poder público ou alguma barraca. Se forem utilizar em residência ou na praia e recebermos a denúncia, vamos atuar", enfatizou o delegado do Silêncio.

    Fonte: Carlos Lustosa Filho
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 27/12/2013 às 19:55