Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Sorteio da Fifa: A campeã foi Fernanda Lima

Estava (quase) todo mundo lá: do incomparável Pelé ao grande Zidane, do técnico campeão do mundo, Vicente del Bosque, a astros do passado mais ou menos recente como Matthäus, Cannavaro ou Fernando Hierro, da presidente da República à uma vasta cartolagem e mais Bebeto, Ronaldo Fenômeno, a ótima e superpremiada Marta… mas, de novo, a FIFA não conseguiu fazer uma festa de verdade no grande evento de hoje da Costa do Sauipe, na Bahia.

Quem assiste às sonolentas entregas anuais da Bola de Ouro, que, com os recursos financeiros da entidade, sede em Mônaco e versando sobre um esporte que toca na alma de toda a Humanidade poderia e deveria ser uma festa espetacular, já deveria estar pelo que vimos pela TV.

Um show apenas mediano, diante da coruscante riqueza musical que o país tem a exibir, o pouco aproveitamento de sempre do caudal de celebridades do futebol que poderiam ter algum tipo simpático de protagonismo no evento — o capitão do tri, Carlos Alberto, foi mostrado em fugaz imagem de TV, bem como o técnico da sempre grande Alemanha, Joachim Löw, ou seu antecessor, o ex-artilheiro Klinsmann, Zagalo nem isso… e por aí vai.

A coreografia toda do evento tinha a rigidez da Suíça em que tem sede a FIFA.

Nem Pelé, há mais de meio século lidando com multidões e eventos, parecia à vontade. Todo mundo hirto, seguindo marcações rígidas e monótonas — menos ela.

Fernanda Lima foi dez: linda num vestido dourado insinuante, falando excelente inglês, simpática e desembaraçada, fazendo virar as cabeças dos craques que subiram ao palco. O marido e colega apresentador, Rodrigo Hilbert, não fez feio. Mas Fernanda esteve em casa durante todo o evento. Não teve pra ninguém.

    Fonte: Ricardo Setti
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 06/12/2013 às 18:40