Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Jornal espanhol afirma: "Brasil é um caos à espera da Copa do Mundo"

O Brasil é um caos à espera da Copa do Mundo de 2014. Foi assim que o jornal catalão “Mundo Deportivo” destacou a sede do próximo Mundial em reportagem publicada nesta terça-feira. Após as críticas do espanhol “El País” e da inglesa “BBC”, o diário ibérico noticiou que o país sofre com inflação, corrupção e atraso nas obras dos estádios que receberão o torneio, com destaque para o acidente na semana passada na Arena Corinthians que causou duas mortes.


Na semana em que o Brasil recebe o Sorteio Final da Copa do Mundo da Fifa, sexta-feira na Costa do Sauípe, o “Mundo Deportivo” não poupou o país das críticas. Além disso, disse que a Copa das Confederações deixou um gosto amargo para o presidente da Fifa, Joseph Blatter, seu secretário-geral, Jerome Valcke, e para o governo brasileiro, citando as manifestações de junho.

Os constantes ataques de Romário aos gastos do Mundial também foram abordados pela reportagem, tal como os problemas sociais e a alta da inflação. Por conta dos protestos, o jornal chegou a afirmar que a Fifa pensou em mudar a sede do Mundial de 2014 para os Estados Unidos, ideia que teria sido rapidamente descartada.

Por fim, o jornal ainda destacou que o sorteio desta sexta-feira não deverá ter problemas. A localização em um resort da Costa da Sauípe seria bem policiado e, por ficar longe das grandes metrópoles, deve ser tranquilo.

Além da Espanha, o Brasil recebeu críticas também da Itália. Usando o gancho do Sorteio Final da Copa do Mundo da Fifa, o jornal “Gazzetta dello Sport” destacou itens como os custos elevados, a corrupção e os atrasos, estampando no título a seguinte frase: o Brasil quer afastar os fantasmas.
As críticas têm sido duras e continuas sobre vários aspectos da Copa, e o cenário piorou com a tragédia na Arena Corinthians. Na reportagem, o jornal italiano escreveu que ninguém sabe qual será o cenário no dia 12 de junho de 2014, data da abertura do torneio, e informou ainda que todos temem manifestações piores das ocorridas durante a Copa das Confederações.

- A Copa das Confederações rompeu com o encanto do Brasil e apagou uma imagem estereotipada e hipócrita do país do sorriso, carnaval e do futebol de praia com pés descalços. Hoje o Brasil é um gigante de 200 milhões de habitantes que vive uma crise de crescimento. Os brasileiros se endividaram até aos cabelos nos anos de euforia de Lula e agora foram empurrados contra a parede pelas taxas de juros de casas, carros e inflação. A corrupção continua no seu nível normal e o futebol foi o amplificador da revolta do povo. Ninguém hoje prevê o que acontecerá no próximo ano, nem mesmo se os estádios estarão todos completos – dizia a reportagem.

    Fonte: GloboEsporte.com Bar
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 03/12/2013 às 14:18