Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Problemas no teste: Espanha e Uruguai tÁªm transtornos no Recife

Recife tem um ano para melhorar. A tabela da Copa das ConfederaÁ§Áµes, essa espÁ©cie de teste para 2014, fez de Espanha e Uruguai as cobaias para o que de bom e de ruim a capital pernambucana tem a oferecer para as seleÁ§Áµes que a visitarem. E os problemas foram visÁ­veis – um contraste Á  beleza da cidade e Á  animaÁ§Á£o do povo com a presenÁ§a dos craques estrangeiros. Da noite de quarta-feira, quando as duas delegaÁ§Áµes chegaram a Pernambuco, atÁ© este sÁ¡bado, quando ocorrem os Áºltimos treinamentos antes da estreia no torneio, houve problemas. Em parte, por azar – dada a forte chuva dos Áºltimos dias; mas principalmente por falhas de estrutura.

As dificuldades foram maiores com o Uruguai. E as reclamaÁ§Áµes tambÁ©m. A Espanha foi mais polÁ­tica, mas nÁ£o ficou sem problemas. Os transtornos foram variados: trÁ¢nsito infernal (mesmo com batedores), buracos na estrada, lama e, o mais grave, falta de campos de treinamentos adequados para receber as duas seleÁ§Áµes ao mesmo tempo. AlÁ©m disso, ao longo da semana foi possÁ­vel ver que a Arena Pernambuco nÁ£o estÁ¡ totalmente pronta, mesmo que jÁ¡ tenha sido inaugurada. Na terÁ§a-feira, ela seguia em obras, especialmente em sua parte externa.

A Celeste sofreu mais. Na Áºltima quinta-feira, simplesmente nÁ£o conseguiu um lugar para treinar. Por sorteio, o Arruda seria o local de preparaÁ§Á£o. Mas segundo os responsÁ¡veis pelo estÁ¡dio, as chuvas que caÁ­ram na capital pernambucana impediram o Áºltimo corte do gramado exigido pela Fifa. Com isso, a atividade foi transferida para o centro de treinamento do Sport, localizado na cidade de Paulista, regiÁ£o metropolitana do Recife. PorÁ©m, a distÁ¢ncia de uma hora do centro atÁ© lÁ¡ tambÁ©m desagradou. Por fim, o primeiro dia de trabalho acabou quase perdido, apenas com uma atividade em uma academia prÁ³xima ao hotel.

Nesse dia, a cidade registrou repetidos pontos de alagamento, incluindo a avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, ponto turÁ­stico do Recife. O mesmo havia acontecido hÁ¡ uma semana, quando a administraÁ§Á£o municipal se mostrou preocupada em evitar uma imagem ruim na Copa das ConfederaÁ§Áµes e planejou tomar medidas. NÁ£o adiantou.

Os problemas em sequÁªncia geraram crÁ­ticas do tÁ©cnico Á“scar TabÁ¡rez e atÁ© uma reuniÁ£o dos representantes da AssociaÁ§Á£o Uruguaia de Futebol (AUF) com a Fifa para buscar soluÁ§Áµes. Segundo o comandante, toda a situaÁ§Á£o foi uma grande surpresa para o Uruguai.


- Acredito que, num torneio como esse, o brilho das atuaÁ§Áµes depende da preparaÁ§Á£o das equipes. Todos sabiam como chove em junho e julho no Recife. Por isso, estamos surpresos. NÁ£o acreditÁ¡vamos que irÁ­amos passar pela situaÁ§Á£o de ter que buscar um campo capaz de receber o treinamento - desabafou o treinador.

Na Áºltima sexta-feira, enfim, o Uruguai conseguiu treinar no campo. Com o tempo mais firme no Recife, a delegaÁ§Á£o adiantou o horÁ¡rio da atividade de 16h para 15h15 e confirmou o trabalho para o CT do Sport. Mas antes de chegar atÁ© lÁ¡, mais problemas pelo caminho. AlÁ©m da rodovia esburacada, a estrada que dÁ¡ acesso ao local, de terra, precisou de reparos emergenciais da Prefeitura. Cerca de 30 minutos antes de o Á´nibus passar, funcionÁ¡rios ainda espalhavam quatro caminhÁµes de brita sobre a lama com a ajuda de um trator. Ao retornar para o hotel, o zagueiro Diego Lugano reclamou da distÁ¢ncia atÁ© o local do treino enquanto distribuÁ­a autÁ³grafos aos torcedores. E nÁ£o mudou seu discurso na entrevista coletiva.

- NÁ£o tÁ­nhamos toda essa distÁ¢ncia dentro do previsto. Cansa demais. Á‰ uma coisa que precisa ser melhorada. O bÁ¡sico para um elenco de futebol Á© ter um campo em boas condiÁ§Áµes para treinar e perto do hotel. Á‰ o mÁ­nimo que querÁ­amos. Trata-se de uma crÁ­tica construtiva. NÁ£o queremos hotel cinco estrelas, tratamento vip, nada disso. SÁ³ um campo perto do hotel. Á‰ muito simples. Somos uruguaios e estamos acostumados com coisas atÁ© piores, mas em uma competiÁ§Á£o desse nÁ­vel Á© algo que nÁ£o pode acontecer. Tomara que seja resolvido logo - frisou.

O Uruguai volta a treinar na manhÁ£ deste sÁ¡bado. SerÁ¡, provavelmente, no CT do Sport. Á€ noite, os atletas conhecerÁ£o a Arena Pernambuco. O estÁ¡dio Á© um brinco. De encher os olhos. Tem Á³timo gramado. Mas precisarÁ¡ de mÁ£os Á  obra por mais um tempo atÁ© ficar definitivamente pronto.

Os problemas da Espanha foram menos graves. A diferenÁ§a Á© que a FÁºria teve sempre um local fixo, e satisfatÁ³rio, para treinar – o CT Wilson Campos, do NÁ¡utico. Consequentemente, os campeÁµes do mundo foram menos crÁ­ticos em suas manifestaÁ§Áµes.


Mas houve ressalvas. A principal dificuldade dos espanhÁ³is aconteceu nesta sexta-feira, no deslocamento do hotel, na praia de Boa Viagem, para o treino. O trajeto de cerca de 30 quilÁ´metros foi percorrido em pouco menos de uma hora e meia. Nem os batedores da polÁ­cia conseguiram tirar o nÁ³ do trÁ¡fego. Um dia antes, o Á´nibus circulou por 40 minutos.


A distÁ¢ncia causou certo incÁ´modo na delegaÁ§Á£o europeia. AtÁ© porque o caminho nÁ£o Á© dos melhores. Casillas, Xavi, Iniesta e outros craques passaram de Á´nibus por vias esburacadas e, na quinta-feira, atÁ© alagadas em pequenos trechos.

No CT, por outro lado, encontraram um gramado muito bom, capaz de resistir inclusive Á s fortes chuvas. Do lado de fora, porÁ©m, havia muita lama, para azar de jornalistas, voluntÁ¡rios e policiais. A imprensa estrangeira chegou a fazer imagens do lamaÁ§al.

Mas o discurso espanhol foi elogioso. O tÁ©cnico Vicente del Bosque, em entrevista para a TV Globo, foi convidado a dar sua opiniÁ£o a respeito da estrutura que encontrou na primeira parte da passagem pelo Brasil. Ele titubeou um pouco antes de responder, mas se mostrou satisfeito.

- Bem, nÁ£o tenho muito do que me queixar. Devemos contemplar as diferentes oportunidades que nos sÁ£o oferecidas e ser generosos com todo mundo. Queremos ficar cÁ´modos e ter bons campos. O resto nÁ£o tem muita importÁ¢ncia.


A exemplo do Uruguai, a Espanha conhecerÁ¡ neste sÁ¡bado a Arena Pernambuco. Seu treinamento serÁ¡ Á s 18h15m. A partida entre as duas equipes ocorre Á s 19h no domingo, e a expectativa Á© de que a grande quantidade de entulho que estava em torno do estÁ¡dio durante a semana tenha sido removida.

    Fonte: Globo.com
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 15/06/2013 às 10:10