Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


DivÁ³rcio iminente: Ibson nÁ£o estÁ¡ nos planos do Flamengo

Um casamento prÁ³ximo de seu terceiro divÁ³rcio. Desta vez, unilateral e que a parte reticente terÁ¡ que aceitar na marra. Esse Á© o panorama da relaÁ§Á£o atual de Ibson com o Flamengo. Relegado a segundo plano desde a chegada de Jorginho, o volante dificilmente emplacarÁ¡ o BrasileirÁ£o na GÁ¡vea. O problema, ao contrÁ¡rio do que tem sido exposto ao pÁºblico, nÁ£o estÁ¡ somente na parte tÁ©cnica. O imbrÁ³glio financeiro envolvendo clube e jogador, que se arrasta desde o comeÁ§o do ano, causou um desgaste que fez com que a diretoria chegasse a um consenso de que uma transferÁªncia Á© a Áºnica saÁ­da.

Contratado junto ao Santos em maio do ano passado, Ibson estÁ¡ vinculado ao Rubro-Negro atÁ© 2015 e vive situaÁ§Á£o idÁªntica Á s de Vagner Love e Dorival JÁºnior, que deixaram o clube sob a justificativa da diretoria de que recebiam salÁ¡rios altos demais. Com vencimentos que superam a casa dos R$ 600 mil mensais, no somatÁ³rio de luvas, salÁ¡rio e direitos de imagem, o volante nÁ£o aceitou a reduÁ§Á£o do valor proposta pela diretoria em reuniÁµes. A postura do jogador nos encontros colabora para a decisÁ£o de romper com o atleta. Internamente, dirigentes reclamam que Ibson nÁ£o tem se dedicado.

O problema Á© que, ao contrÁ¡rio de Dorival JÁºnior, que teve a clÁ¡usula de rescisÁ£o reduzida a partir de marÁ§o, e do Artilheiro do Amor, com proposta vantajosa para voltar ao CSKA da RÁºssia, Ibson dificulta a saÁ­da. O motivo? Novamente o alto salÁ¡rio, que assusta tambÁ©m possÁ­veis interessados. Nos bastidores do Flamengo jÁ¡ Á© cogitada atÁ© mesmo a possibilidade de arcar com parte dessa despesa para solucionar o problema. Em fevereiro, o clube chegou a negociar o emprÁ©stimo ao Palmeiras, recusado pelo jogador.

Membros da alta cÁºpula do clube deixam claro em conversas informais que consideram que Ibson nÁ£o vale o que recebe e expÁµem outros fatores como determinantes para a decisÁ£o da transferÁªncia. Enquanto uns usam atÁ© mesmo o termo “peladeiro” ao revelarem que Dorival e Jorginho se mostraram incomodados com uma dificuldade para cumprir obrigaÁ§Áµes tÁ¡ticas, outros sugerem que ele nÁ£o se empenha o suficiente.


- Qual torcedor do Flamengo nÁ£o vai querer o Ibson de 2007, 2009? Agora, o valor que se paga Á© muito alto. Qualquer jogador diferenciado tecnicamente atuaria na equipe atual, basta ter um pouco de vontade, dedicaÁ§Á£o – reclamou um dirigente.

Outra comparaÁ§Á£o pesa contra o jogador. Se Dorival JÁºnior e Love optaram pelo desligamento, casos como Renato Abreu e LÁ©o Moura, que tambÁ©m tinham contratos considerados pela direÁ§Á£o como fora da nova realidade, optaram pela adequaÁ§Á£o. A diferenÁ§a Á© que Renato e LÁ©o discutiam renovaÁ§Á£o no fim de 2012 e aceitaram as novas condiÁ§Áµes para ficar. Segundo dirigentes, Ibson nÁ£o foge da postura de “cumprir o que estÁ¡ assinado”.

Titular durante toda a TaÁ§a Guanabara, Ibson chegou a se destacar na campanha invicta atÁ© a semifinal, diminuindo bastante a resistÁªncia a seu nome criada apÁ³s as mÁ¡s exibiÁ§Áµes no segundo semestre do ano passado. Desde que Jorginho chegou, porÁ©m, tudo mudou. Apesar de titular na estreia do treinador, contra o Boavista, ele foi substituÁ­do no comeÁ§o do segundo tempo, quando tinha boa atuaÁ§Á£o. Em seguida, figurou no banco diante de Audax e Duque de Caxias, entrou nos minutos finais, ou sequer foi relacionado, como contra Bangu e Remo.

O vice de futebol Wallim Vasconcellos diz que a decisÁ£o de escalar Ibson Á© exclusivamente de Jorginho, mas deixa claro que todo o grupo estÁ¡ sob anÁ¡lise.

- O Ibson Á© uma cria do Flamengo, saiu, voltou, Á© Flamengo. Ele sÁ³ vai recuperar a posiÁ§Á£o no dia que o Jorginho achar que deve ser titular. A responsabilidade Á© dele. Eu vou cobrar dele o desempenho do time, e ele do jogador que nÁ£o tiver o desempenho esperado. Se o Ibson estÁ¡ no banco, vai depender dele voltar. A questÁ£o Á© saber se o atleta que tem remuneraÁ§Á£o mais alta estÁ¡ performando ou nÁ£o. Os jogadores aqui sÁ£o de qualidade. Ou nÁ£o estariam recebendo remuneraÁ§Áµes mais altas. O atleta vai demonstrar se Á© capaz de estar no Flamengo. Todos que estiverem aqui tÁªm condiÁ§Áµes de estar no Flamengo.

O empresÁ¡rio de Ibson, Eduardo Uram, diz que acredita plenamente que a ausÁªncia de Ibson na equipe titular Á© uma decisÁ£o tÁ©cnica e que ainda nÁ£o foi procurado para tratar de qualquer outro assunto sobre o jogador.

- Confio nos critÁ©rios e nas atitudes do Jorginho e da comissÁ£o tÁ©cnico tÁ©cnica. Cabe ao Ibson, dentro dos treinos, onde tem diariamente oportunidades, convencer com atitude e com trabalho o treinador de que ele tem espaÁ§o no grupo do Flamengo e nos onze do Flamengo. Qualquer coisa diferente disso o Flamengo tem que me contar, me procurar e me propor. Enquanto nÁ£o fizer isso, cabe apenas ao Ibson reverter isso diariamente, provando a eles que ele tem capacidade de fazer parte do grupo. E nÁ£o me cabe papel algum. Este assunto Á© do Ibson com a comissÁ£o tÁ©cnica. NÁ£o me cabe intereferÁªncia.

Segundo o GLOBOESPORTE.COM apurou, hÁ¡ trÁªs semanas o Flamengo procurou Ibson para renegociar a dÁ­vida que tem com o jogador referente a direitos de imagem de 2012 em atraso. Dados internos do clube apontam que o Rubro-Negro deve ao volante cerca de R$ 750 mil, quatro vezes menos do que dirigentes do clube comentam internamente. De acordo com o Uram, Ibson sempre mostrou-se disposto a negociar e nunca colocou o dÁ©bito do clube como razÁ£o para sair.

- O Ibson compreende o processo de reestruturaÁ§Á£o financeira do Flamengo e em nenhum momento se recusou ou colocou qualquer obstÁ¡culo para renogociar com o clube o montante devido do ano passado a ele – frisou o agente.

Diante do panorama, a situaÁ§Á£o pode ser vista como uma queda de braÁ§o. De um lado, o clube testa a paciÁªncia do jogador diante de sua exposiÁ§Á£o como reserva ou atÁ© mesmo fora da lista de relacionados em algumas partidas. Do outro, ele se mantÁ©m firme no desejo de cumprir seu contrato. No casamento rubro-negro, Ibson jÁ¡ dorme no sofÁ¡ da sala. Resta saber se aceitarÁ¡ sair de casa.

    Fonte: Globo.com
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 09/04/2013 às 08:08