Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


OAB apura morte de policial e “Chopp” e investiga suposta tortura

A subseÁ§Á£o de ParnaÁ­ba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PI) anunciou nesta quinta-feira (04) que vai fiscalizar as investigaÁ§Áµes das mortes do soldado da ForÁ§a TÁ¡tica da PolÁ­cia Militar, Roberto Carlos de Sousa Oliveira, e do acusado pelo crime, JosÁ© Francisco LeÁ£o do Nascimento, o “Chopp”, assassinado em suposta troca de tiros com a polÁ­cia.

Os crimes ocorridos na madrugada da Áºltima sexta-feira (29) e no inÁ­cio da noite do sÁ¡bado (30) chocaram a populaÁ§Á£o do litoral piauiense e tiveram repercussÁ£o em todo o Estado. Segundo o presidente da subseÁ§Á£o, Ricardo Mazulo, o objetivo Á© acompanhar o caso de perto. “Para tanto, trÁªs advogados foram destacados”

Ainda de acordo com ele, a OAB recebeu denÁºncia de que um jovem chegou a ser torturado momentos depois do assassinado de Roberto Carlos, por ter sido confundido com o suspeito de ajudar “Chopp” em sua fuga. “Ele tinha um veÁ­culo com as mesmas caracterÁ­sticas e alega ter sido levado para base da ForÁ§a TÁ¡tica, onde diz ter sofrido agressÁµes”, completa.

Mazulo considerou a denÁºncia gravÁ­ssima e conclui que hÁ¡ necessidade de apuraÁ§Á£o. “O rapaz tem testemunhas e informa que foi ameaÁ§ado de morte caso a agressÁ£o viesse a pÁºblico”, acrescenta. O advogado, no entanto, lembra que o papel da Ordem nÁ£o Á© culpar a polÁ­cia, mas sim esclarecer todos os fatos, inclusive a troca de tiros que levou a morte de “Chopp”.

existem duas provÁ¡veis versÁµes para justificar o motivo dos crimes: “A primeira seria que ambos tinham uma rixa antiga e jÁ¡ haviam se jurado de morte e a segunda diz respeito a uma confusÁ£o envolvendo uma boca de fumo. Mas sÁ£o apenas especulaÁ§Áµes que precisam de comprovaÁ§Á£o”, finaliza Ricardo Mazulo.




    Fonte: Daniel Saturino /PCN
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 05/04/2013 às 13:12