Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Oposição requenta matéria simulando existência de PL para atacar Carlson Pessoa

O vereador Carlson Pessoa (PPS), líder do governo municipal na Câmara, foi novamente alvo de ataques praticados pela imprensa marrom e declaradamente petista de Parnaíba. Uma matéria requentada do ano passado e postada como se o fato tivesse ocorrido na última segunda-feira (18), acusa o parlamentar de ter impedido a votação na Câmara de um suporto Projeto de Lei (PL) autorizando o município a investir 60% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) na remuneração dos servidores da educação.

No entanto, o referido Projeto nem mesmo existe, ou seja, não há nenhuma tramitação desta natureza na Câmara dos Vereadores de Parnaíba, sendo que tais notícias constituem-se em crime difamatório. Além disso, vale destacar que ainda não há nem previsão de liberação do recurso, tanto que a Prefeitura de Fortaleza, por exemplo, busca na ultima instancia da Justiça Brasileira, reaver o recurso e ainda não logrou exito.

As falsas notícias plantadas em Parnaíba gera uma situação patética que escancara vergonhosamente o desespero daqueles que por anos desgovernaram a cidade de Parnaíba.

O esforço em tentar desconstruir e denegrir a imagem do parlamentar perante a opinião pública é tamanha que um dos blogs, inclusive, desde a derrota petista sofrida nas urnas em outubro passado, passou a ter inserções publicitárias de alcance pago nas redes sociais, cujo conteúdo faz acusações e ataques não somente ao vereador Carlson Pessoa, mas também a administração Mão Santa. No entanto, tais esforços oposicionistas não encontram sustentação, haja vista que a posição do vereador Carlson Pessoa em relação aos servidores da educação sempre foi de apoio, luta e encorajamento.

Diferentemente do que foi publicado, na sessão ordinária da noite desta quinta-feira (21), será levado para votação na Câmara apenas a o Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018, que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas pelo município no próximo ano. O parlamentar já acionou sua assessoria jurídica, a fim de tomar providências contra as calúnias sofridas por aqueles que nitidamente ainda não aceitaram perder a ?mamata? dos últimos doze anos.

Fonte: Luzia Paula / Ascom
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 21/12/2017 às 15:31