Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Uma parte de nossa histÁ³ria virando lixo

Na Avenida NaÁ§Áµes Unidas, – popularmente conhecida como Beira-Rio - local de diversÁ£o e entretenimento da sociedade parnaibana, estÁ¡ localizada as ruÁ­nas do que antes era um dos Clubes mais badalados e movimentados pelos parnaibanos e turistas, principalmente na Á©poca Á¡urea da folia de momo. Estamos falando do Igara Club, uma construÁ§Á£o secular, e que hoje vive a mercÁª das intempÁ©ries da natureza.

LembranÁ§as dessa Á©poca Á¡urea tenho muitas. Como nÁ£o lembrar dos bailes de carnaval que terminavam quase sempre em banhos na piscina do clube aos primeiros raios do novo dia? Como esquecer das dificuldades que era freqÁ¼entar tais instalaÁ§Áµes, tanto em Á©poca de festas, bem como para usufruir da estrutura do Clube, como a piscina e a quadra de futebol de salÁ£o, onde jogÁ¡vamos com velhos amigos do antigo BEP?

Assim era o Igara Clube. Um templo freqÁ¼entado por pessoas das tradicionais famÁ­lias ricas de ParnaÁ­ba. Dessas famÁ­lias impolutas, pouco ou quase nada restou, bem como a estrutura do clube que hoje estÁ¡ prestes a desabar, fruto do esquecimento e da falta de cuidados com o nosso passado. Á‰ triste e lamentÁ¡vel vermos tanta histÁ³ria sendo entregue Á  prÁ³pria sorte.

HÁ¡ alguns anos atrÁ¡s o que restou do Igara Clube foi vendido ao empresÁ¡rio Onofre Filho, que segundo consta na Á©poca, tinha planos de revitalizar o mesmo, mantendo o estilo da Á©poca Á¡urea do clube. Essa revitalizaÁ§Á£o atÁ© teve inicio, mais foi interrompida e nÁ£o temos informaÁ§Áµes se a mesma serÁ¡ concluÁ­da.

Assim como o Igara Club, temos muitas outras construÁ§Áµes antiga que trazem em suas estruturas, marcas e lembranÁ§as de um passado de gloria e riqueza de nossa cidade. Essas construÁ§Áµes - assim como o Igara Club - estÁ£o sÁ³ esperando um vento mais forte para desabar de vez. Um outro exemplo disso Á© o antigo prÁ©dio da Escola UniÁ£o Caixeiral que teima em permanecer em pÁ©, e que dizem alguns, tambÁ©m teria sido vendido para empresÁ¡rios Italianos, que iriam investir, revitalizar e manter os traÁ§os marcantes de sua Á©poca. Se essas informaÁ§Áµes sÁ£o verÁ­dicas nÁ£o sabemos, muito menos se o prÁ©dio que hoje encontra-se abandonado um dia serÁ¡ restaurado.

O que mais estranhamos Á© que ParnaÁ­ba hoje conta com o IPHAN, que pelo o que nos consta deveria olhar pelo nosso passado e cuidar dessas edificaÁ§Áµes.

O progresso Á© salutar e um processo irreversÁ­vel, mais nem por isso, o Poder PÁºblico Municipal ou Estadual tem o direito de abrir mÁ£o do passado, de como tudo comeÁ§ou. Se hoje somos o que somos, muito devemos aos pioneiros do passado que construÁ­ram essas edificaÁ§Áµes e a riqueza que tinha ParnaÁ­ba naquela Á©poca. Portanto, que tomemos medidas hoje antes que seja tarde demais. Sabemos que as duas edificaÁ§Áµes mencionadas sÁ£o propriedades particulares, mais isso nÁ£o isenta o Poder PÁºblico de impor sua autoridade e preservar nosso passado.


    Fonte: Portalphb.com.br
    Foto: Walter F. Fontenele
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 29/01/2013 às 13:08