Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Parnahyba envia documentação ao STJD e se livra da suspensão

Os valores são pequenos: R$ 100, R$ 200, R$ 500. Algumas multas mais pesadas não passam de R$ 50 mil ? montantes reduzidos se comparados ao restante do mundo do futebol. Ainda assim, o débito de algumas equipes com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pode acabar em suspensão de competições e atividades na CBF.

Nesta terça-feira (3), sete clubes foram notificados ? através de e-mail com cópia para CBF e Federações ? de uma possível suspensão por conta dos pagamentos pendentes. Dois deles ? Parnahyba-PI e Joinville-SC ? enviaram os comprovantes de pagamentos às partes interessadas e se livraram da ameaça. Os outros cinco ? Gama-DF, Asa-AL, Pinheirense-PA, Guaratinguetá-SP e Comercial-MS ? ainda correm o risco de sofrer sanções.

``Tínhamos cerca de 80 clubes nessa situação, mas estamos notificando em blocos. São valores baixos, tem equipes devendo R$ 100, R$ 200, menos de R$ 1.000. Fizemos um levantamento no final do ano e registramos essas pendências. Todos serão notificados, mas acreditamos que isso será quitado``, explicou o presidente do STJD, Ronaldo Piacente.
Consultada pela reportagem, a CBF explicou que não suspende nenhum clube e que tal atribuição cabe apenas ao STJD. A entidade é apenas informada sobre as decisões do Tribunal e faz cumprir o que recebe.

Membros dos departamentos jurídico e de competições da CBF, no entanto, também ressaltaram que suspensões nesses casos são raras e que os clubes costumam quitar os valores tão logo são notificados.
O STJD ainda permite o parcelamento dos valores que ainda não tenham sido pagos. Em último caso, permanecendo o débito, após a notificação e o novo prazo, os clubes perderão o direito de realizarem inscrições em competições da CBF e de registrarem atletas na Confederação.

Fonte: Uol.com.br
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 04/01/2017 às 12:21