Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Desempenho dos Vereadores nas duas últimas quinzenas do semestre

É sabido por todos que existe uma verdadeira ojeriza da população pela classe política brasileira. Essa aversão da população pelos políticos, em grande parte, é causada pelos próprios políticos que não respeitam os eleitores e às Leis. Mas, não devemos nos esquecer de que o eleitor, em sua maioria, não se interessa em saber da vida pública dos políticos. Essas duas situações fazer com que à população faça inúmeros juízos de valores com relação aos políticos que, nem sempre, condiz com a verdade.

Pensando em trazer os bastidores da política para perto dos eleitores, elaborei uma pesquisa, quantitativa e qualitativa, para aferir o desempenho dos 17 (dezessete) Vereadores que compõem o Legislativo de Parnaíba. Esse Estudo foi realizado em cima dos seguintes itens classificatórios: Comparecimento às sessões, apresentação de proposições, participação nos debates e qualidade do discurso.

Para chegar mais próximo da realidade foram escolhidas as duas últimas quinzenas Legislativas do semestre, de 2016. É bom enfatizar que os dados apurados reproduzem fielmente as informações coletadas em todas as sessões ordinárias da forma mais imparcial possível.

Irei elencar abaixo o desempenho dos Vereadores em todos os quesitos acima mencionados e no final darei a classificação geral dos desempenhos dos Vereadores.

Comparecimentos às Sessões

No quesito comparecimento às sessões: Carlson Pessoa, Bernardo Rocha, Beto Castelo Branco, André Neves e Gustavo Lima não faltaram a nenhuma sessão ordinária no período.

Os que faltaram estão listados abaixo mostrando a quantidade de faltas justificadas ou não justificadas. A justificativa de uma falta deve ser apresentada pelo Presidente da Câmara, Gustavo Lima. Portanto, se o Presidente não justificou em plenário foi considerado como uma falta não justificada:

Foguinho: Uma falta sem justificativa;
Astrogildo Fernandes: Duas faltas sem justificativas;
Neta Castelo Branco: Três faltas, sendo duas justificadas;
Ricardo Veras: Três faltas, sendo duas justificadas;
Renatinho da Cepisa: Três faltas sem justificativas;
Fátima Carmino: Quatro faltas com justificativas;
João Câncio Neto: Quatro faltas, sendo duas justificadas;
Gerivaldo Benicio: Cinco faltas, sendo quatro justificadas;
Ronaldo Prado: Cinco faltas sem justificativas.
Ceará do Povo: Seis faltas sem justificativas;
Geraldinho: Seis faltas sem justificativas;
Antônio Diniz Fortes: Onze faltas, sendo dez justificadas (atestado médico);

Apresentação de Proposições

Uma proposição é toda matéria produzida pelo Vereador sujeita a deliberação do Plenário: As proposições poderão consistir em: Emenda à Lei Orgânica do Município, Projetos de Leis complementares, Projetos de Leis ordinários, Leis delegadas, Projeto de Decreto Legislativo, Projeto de resolução, substitutivo, Emendas e subemendas; Vetos, Pareceres, Requerimentos, Indicações e moções.

Nesse quesito praticamente todos os Vereadores apresentaram pelo menos uma proposição em cada sessão ordinária, com exceção, do Vereador, Foguinho que, decorrido 30 (trinta) sessões ordinárias não apresentou nenhuma proposição, nem mesmo as mais banais: titulo de cidadania e medalha de honra ao mérito Legislativo.

Importante ressaltar que nem sempre o Vereador que apresenta mais proposições pode ser considerado o mais atuante, pois as proposições são pontuadas pela relevância que ela apresenta para a população.

Nesse item classificatório os Vereadores mais bem contados foram: Carlson Pessoa, Fátima Carmino, André Neves e Ricardo Veras. Os mais relapsos nessa classificação foram: Foguinho, Ceará do Povo, João Câncio Neto, Geraldinho e Ronaldo prado. Os outros Vereadores não citados ficaram num meio termo.

Qualidade do Discurso

No quesito, qualidade do discurso, os Vereadores foram avaliados pela fluidez na hora do debate com os seus pares e também pelo conhecimento acerca do assunto debatido. Esse quesito é importante porque o Vereador, como representante do povo, precisa sempre debater em beneficio da população, embasado em cima dos conhecimentos dos problemas da coletividade. Seque a classificação.

Nota 10

André Neves, Carlson Pessoa, Beto Castelo Branco, Gustavo Lima, Gerivaldo Benício, Fátima Carmino, Ricardo Veras.

Nota 9

João Câncio Neto

Nota 8

Antônio Diniz, Astrogildo Fernandes, Neta Castelo Branco, Ronaldo Prado.

Nota 7

Geraldinho, Renatinho da Cepisa.

Nota 5

Bernardo Rocha

Nota 0 (zero)

Ceará do Povo e Foguinho

A título de observação. Os Vereadores: Ceará do Povo e Foguinho levaram 0 (zero) nesse quesito por não participarem dos debates em nenhuma das sessões ordinárias do referido período.

Classificação Geral

Para classificar os melhores e os piores parlamentares dentro do período especificado foi realizado uma apuração dos 4 (quatro) quesitos. Em alguns quesitos, como por exemplo: Apresentação de Proposições, Participação nos debates e qualidade do discurso, os Vereadores que tiveram mais faltas às sessões, mesmo que elas tenham sido justificadas, ficaram com notas bem abaixo do que poderiam apresentar, podendo se recuperar nas próximas quinzenas Legislativas. Importante salientar que cada quesito é avaliado de forma individual, mas na classificação geral, eles são somados para gerar a média final.

De acordo com a somatória dos quesitos a classificação ficou assim:

Carlson Pessoa
André Neves
Fátima Carmino
Gustavo Lima
Ricardo Veras
Bernardo Rocha
Gerivaldo Benicio
Beto Castelo Branco
João Câncio Neto
Neta Castelo Branco
Astrogildo Fernandes
Antônio Diniz Fortes
Geraldinho
Ronaldo Prado
Renatinho da Cepisa
Foguinho
Ceará do Povo

Essa pesquisa, obtida através da apuração de dados reais do que ocorreu nas sessões ordinárias da Câmara Municipal de Parnaíba no período especificado, mostra, de forma resumida, os bastidores do parlamento de nossa cidade. Um fato importante e que deve ser mencionado é a melhora substancial dos debates quando existe bom público nas tribunas da Câmara. Infelizmente, à população não tem interesse em participar da vida do nosso parlamento, nem ao vivo e muito menos através da TV Câmara, transmitida em tempo real pela internet, no endereço eletrônico da Câmara bem como em muitos outros portais de noticias.

Fonte: Walter Fontenele
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 19/06/2016 às 19:39