Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Qual o interesse político por trás do embargo do Projeto SOS Lagoa do Portinho?

A Lagoa do Portinho há anos que vem sofrendo com o descaso das autoridades ``competentes``. Tanto o Prefeito de Parnaíba, Florentino Neto quanto o Governador do estado, Wellington Dias não parecem preocupados com a revitalização da Lagoa, o que traria grandes benefícios para os moradores da localidade Portinho, aos comerciantes e a toda à região, que voltaria a faturar com o turismo.

Muito já se falou nos meios de comunicação, audiência pública já foi realizada e alternativas foram propostas para a Prefeitura de Parnaíba e para o Governo do estado, mas nem o Prefeito Florentino Neto (PT) e muito menos o Governador do estado, Wellington Dias (PT), se prontificaram a arregaçar as mangas para salvar a nossa Lagoa do Portinho.

Há alguns meses, um grupo de pessoas, encabeçado pelo advogado, Tibério Nunes, o engenheiro de pesca, Almir Sergio, o empresário Carlos Augusto com a ajuda de moradores da localidade Portinho e tantas outras pessoas, conseguiram junto ao Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do estado do Piauí - SEMAR, professor Rarisson Albuquerque, uma autorização para a abertura de um canal que iria viabilizar a reposição da água perdida pela Lagoa pela evaporação - que é grande na região - e pelas infiltrações.

A obra estava sendo realizadas as escondidas, pois existem pessoas influentes em Parnaíba que sempre torceram o nariz para o projeto e que poderiam embargar a obra. Poucas pessoas estavam realmente sabendo o que estava sendo feito na localidade Portinho para tentar revigorar a Lagoa. Eu pessoalmente estive na localidade algumas vezes para filmar, fotografar e pegar informações mais detalhadas do projeto. Tibério Nunes, um dos idealizadores, pediu-me para não divulgar nenhuma informação para imprensa até que tudo estivesse concluído, pois, ele sabia dos riscos que o projeto correria caso houvesse divulgação na imprensa.

O desencadear do embargo ocorreu logo após uma equipe da TV Antena 10 ter realizado uma reportagem dando conta do que estava sendo feito, inclusive, mostrando e entrevistando os verdadeiros idealizadores do projeto. Desse momento em diante o Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do estado do Piauí - SEMAR, professor Rarisson Albuquerque, iniciou a maquinação para embargar a obra. Primeiramente ele deu uma entrevista ao jornalista, Darival Júnior, falando que o projeto - que ele mesmo autorizou - era inviável e proibido por Lei Federal. Em seguida ele ameaçou caso o grupo ``SOS LAGOA DO PORTINHO`` continuasse o serviço iria ao local com policiais e usaria a força, caso fosse necessário. Fica uma questão nessa história toda. Se a região é protegida por Lei Federal - e eu não estou duvidando - por que o Secretário autorizou o inicio do projeto, inclusive participando do mesmo, dando orientações e conselhos aos idealizadores? Não há duvidas, tem interesses obscuros por trás de tudo isso. Em outra parte da entrevista o Secretário, Rarisson Albuquerque afirmou que sua autorização era somente para abrir um canal, já existente, que vai da Ponte de Luís Correia até a localidade Portinho. Ora, por que essas pessoas iriam gastar tempo e dinheiro, muito dinheiro, diga-se de passagem, apenas para fazer a água chegar à localidade Portinho, se o interesse de todos é levar água para a Lagoa do Portinho? Sinceramente, essa é uma informação sem fundamento.

Ontem à noite recebi informações importantes e relevantes acerca dos reais motivos, tanto da autorização, quanto da desautorização do projeto. É sabido por todos que o Secretário, Rarisson Albuquerque, é candidato a vereador de Parnaíba. Um interlocutor me confidenciou que o mesmo não gostou da divulgação na imprensa, muito menos de ter sido divulgado os nomes dos verdadeiros idealizadores do projeto, ou seja, ao que parece o Secretário queria mesmo era ser considerado pela população de Parnaíba como o ``pai da criança`` e com isso receber os louros da fama, na próxima eleição. Se essa informação realmente for verdadeira, em minha opinião, o Secretário deu um tiro no pé.

As Barragens


Toda a imprensa de Parnaíba e região e muitas pessoas são conhecedoras das famosas barragens que foram feita - com ou sem autorização da SEMAR - para a criação de peixes ao longo dos afluentes do Rio Portinho. Essas barragens, segundo o Professor Valdecir Galvão, da UFPI seriam parte da problemática da sequidão da Lagoa do Portinho. Segundo o Secretário, Rarisson Albuquerque, não existe mais nenhuma barragem nessas propriedades rurais, todas foram destruídas. Será?

O Ministério Público esteve à frente dessa novela, mas também não se pronunciou oficialmente acerca do caso, que estava nas mãos do Promotor Antenor Filgueiras, mas que hoje estar na responsabilidade do Promotor Cristiano Peixoto.

A única informação realmente concreta é que, caso nada seja feito, em breve a nossa Lagoa do Portinho entrará em um processo irreversível e, portanto, poderemos, oficialmente, decretar sua morte.

Confira a galeria completa das fotos


Fonte: Walter F. Fontenele / Portalphb
Foto: Walter F Fontenele
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 22/03/2016 às 12:48