Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Nem tudo é culpa do Capitalismo

O Brasil irá fechar o ano contabilizando mais de 700 mil pessoas que perderam seus empregos. A inflação, segundo estimativas de economistas, deverá iniciar 2016 num patamar de 12% e o salário médio do povo brasileiro deverá cair em torno de 8 a 9%.

Para o Governo Federal - e milhares de pessoas que vivem à custa do trabalhador capitalista, mas adoram abominar o capitalismo e enaltecer o socialismo - essas informações não possuem credibilidade, são dados abstratos. O Governo e os petistas de carteirinha não estão realmente preocupados com esses índices, pra eles, quanto pior a situação melhora o discurso de que o capitalismo é o verme destruidor da dignidade humana.

A crise - que já é calamitosa - deverá ficar pior ainda em 2016. O novo Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, é um defensor ferrenho do intervencionismo do Governo no Mercado. Mexer no Mercado para tentar solucionar uma crise é potencializá-la. Com certeza, muitas empresas irão à falência, elevando ainda mais o desemprego. Com mais desempregados, menos consumidores nas lojas e supermercados que, por tabela, obrigará a diminuição da produção e do investimento dos capitalistas, que, sem ter pra onde correr, pegarão seus milhões de dólares e investirão em outros países. É o famoso efeito cascata utilizado pelo Governo Federal, por exemplo, na adoção da tabela do IR. Mexer nos programas sociais é um crime para o Governo do PT que, segundo ele, os programas sociais tiraram 36 milhões de pessoas da miséria absoluta. Eu, particularmente, não consigo vislumbrar como míseros R$ 77,00 ou até mesmo R$ 190,00 podem tirar uma família da miséria absoluta, mas isso não vem ao caso no momento.

O Governo Federal alardeia tanto a sua preocupação com os pobres, mas esquece-se que os pobres sãos os mais atingidos pela crise. Sem dinheiro, sem formação educacional adequada e sem condições de oportunidade para tentar enveredar pela abertura de um negócio próprio, esses milhões de desprovidos de quase tudo continuarão na descendente, ficando cada dia mais pobre.

Essa celeuma, o socialismo bolivariano do Governo Federal, não terá como apaziguar.

Portanto, o sustentáculo do capitalismo, que somos nós mesmos, a grande massa da população, irá sofrer em grande escala os erros cometidos pelo Governo Federal e com as suas mudanças econômicas já em curso pela equipe do Ministro da Fazenda. Esse sofrimento, em épocas de crise, é sempre de cima pra baixo. Sofre menos os investidores capitalistas que tenham outras oportunidades de girar seus capitais e continuar lucrando e, mais o povo, o mais necessitado que, infelizmente é quem sustenta a base da pirâmide.

Fonte: Walter Fontenele / Portalphb
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 21/12/2015 às 15:31