Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Após dezenas acidentes e 7 óbitos ``Cruzamento da morte`` em Parnaíba é fechado

Após o registro de inúmeros acidentes (7 óbitos) no cruzamento das avenidas das Normalistas com a Senador Furtado, em Parnaíba a prefeitura municipal resolveu tomar algumas providências visando solucionar o problema. Os profissionais e técnicos de trânsito do município iniciaram terça-feira (06/10) o processo de retirada da rotatória, com a colocação de uma estrutura de concreto que dará continuidade a passarela já existente.

Com a obra, a avenida das Normalistas terá a preferencial e a Senador Furtado passará a ter uma divisão, como ocorrido recentemente na avenida Deputado Pinheiro Machado, trecho urbano da BR-343 em Parnaíba. De acordo com a administração municipal, após o fechamento do retorno será iniciado
Por conta dos graves acidentes registrados, o local ficou conhecido como ``cruzamento da morte``. Na última sexta-feira (01/10), por exemplo, uma criança de apenas três anos de idade morreu após uma colisão envolvendo um carro e uma moto. Já no dia 18 de setembro, um motociclista identificado como Edivaldo Moraes Machado, de 42 anos, mais conhecido como ``Fanta``, veio a óbito após ser colhido por um carro não identificado. Em julho, quatro pessoas ficaram gravemente feridas após um acidente envolvendo um Pálio Weekend e um micro-ônibus do transporte coletivo de Parnaíba.

Segundo os moradores, a novidade trará mais tranquilidade para quem reside naquela região do bairro Nova Parnaíba. No entanto, o cruzamento ainda divide opiniões. A professora Sirlane Galvão, afirma que isso ainda não é suficiente. Ela e sua família defendem a colocação de um semáforo.

``A cada novo acidente ninguém tomava providência. Somente naquele momento as pessoas se sensibilizavam, mas continuava do mesmo jeito. Agora, na minha opinião, além do fechamento do retorno deviriam colocar um semáforo, pois quem trafega pela Senador Furtado, dificilmente irá parar ao adentrar na Normalista``, contestou a professora.


Fonte: Kairo Amaral / Meio Norte
Foto: Kairo Amaral / Meio Norte
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 07/10/2015 às 19:25