Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


O que as mulheres buscam em sites eróticos?

Uma análise feita pelos dois maiores sites de pornografia da internet tentou identificar o que atrai um público cada vez maior de mulheres para sites pornográficos.

Utilizando o que chamam de um ``software analítico``, as empresas fizeram uma atualização de uma pesquisa sobre as preferências femininas intitulada ``O que as mulheres querem``.

A resposta, segundo a pesquisa, seriam cenas lésbicas, sexo a três e uma categoria chamada ``squirt`` (ejaculação feminina).

Elas também se interessam em ver sexo entre homens gays.

Esses foram os termos usados em buscas por conteúdo mais populares entre as mulheres no último ano, segundo as empresas. Outros termos procurados são sexo oral, massagens e vídeos de celebridades.

A conclusão é que o número de mulheres que entram nesses sites aumentou e o que elas mais buscam nesses ambientes são situações que reflitam o prazer feminino.

Audiência em alta

O tempo médio em que o usuário de cada sexo permanece nos sites também foi medido. A média mundial é de dez minutos e dez segundos para as mulheres, e nove minutos e 22 segundos para os homens.

A pesquisa afirma também que o Brasil e as Filipinas estão em primeiro lugar em uma lista de consumo de conteúdo erótico pelo público feminino.

Nos dois países, 35% do consumo de pornografia é realizado por mulheres e 65% pelos homens, segundo o Pornhub e o Redtube.

A Argentina ficou em quarto lugar, com 30%, e o México em oitavo, com 28%.

Esses países superaram a média mundial para mulheres, de 24%.

Preferências

Ainda que vários setores dessa indústria concordem que o consumo de pornografia entre as mulheres aumentou, alguns produtores do ramo, como Erika Lust Film, dizem que a sondagem dos concorrentes Pornhub e Redtube não é científica e questionam os resultados. O Pornhub e o Redtube são dois sites de internet que oferecem conteúdo pornô grátis ?apesar de terem conteúdo ``premium`` por meio de assinaturas. Eles atraem um tráfego de 40 milhões de usuários únicos por mês.

``Com certeza, há um crescimento entre as mulheres, porque elas assistem à pornografia, e toda a população mundial consome mais``, disse Pablo Dobner, diretor-executivo e cofundador do Erika Lust Films, uma empresa baseada em Barcelona, que produz conteúdo adulto sob uma perspectiva feminina.

``Há uma demanda, mas a maioria das mulheres querem algo muito mais sincero, limpo e sexualmente inteligente em relação ao que é possível encontrar na maioria dos outros portais``, afirmou.

Ele chama de outros portais justamente sites como Pornhub e Redtube, seus concorrentes diretos, que oferecem conteúdo gratuito. O Erika Lust Films cobra pelo produto e estuda entrar em uma disputa judicial com seus concorrentes.

Fonte: Uol.com
Foto: Divulgação
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 11/08/2015 às 23:36