Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Polícia realiza operação para prender donos de sucatas

Por volta das 05h da manhã desta terça-feira (30/06), a Polícia Civil do Piauí deflagrou a ``Operação Adulteração``, com o objetivo de desarticular uma das maiores organizações criminosas que atua no estado do Piauí praticando crimes de roubo e adulteração de veículos, além de falsificação de documentos. Essa ação tem a participação da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polinter e Polícia Militar e ocorre também em outros estados do país.

De acordo com o delegado geral da polícia civil, Riedel Batista, as investigações dessa operação já duram aproximadamente um ano. ``O objetivo é desarticular uma associação criminosa que vem praticando o crime de roubo e furto de veículos, adulteração de veículos e falsificação de documentos públicos. Nós já temos 5 prisões, estamos dando cumprimentos a mandados de busca também e participam da operação policiais civis, militares, rodoviários federais e ela se estende no Piauí em Teresina, Parnaíba, Picos e Pedro II e no Brasil em Minas Gerais e no Pará``, declarou.

Um dos suspeitos presos foi identificado como Francisco Severino Araújo, o ``Nenem da Sucata``, que segundo informações, utiliza uma chácara que possui no bairro Angelim como desmanche de carros. No momento da busca, carros e munições foram encontrados.

``Nós temos algumas situações tanto em relação aos presos com sucatas, a relação com emplacadores, a relação com revenda de veículos então todas essas pessoas que tem envolvimento na questão do roubo de veículos, falsificação de documentos e adulteração desses veículos estão sendo alvos dessa operação na data de hoje. Durante todo o dia vamos dar cumprimento a vários mandados de prisão e de busca, já prendemos cinco pessoas, encontramos documentos de veículos possivelmente roubados de um posto do Detran no Dirceu no ano passado no ponto de ser levado para falsificação e temos veículos roubados recuperados, em Timon já conseguimos localizar uma fábrica de placas clandestinas e vamos desarticular de vez essa quadrilha que vem atingindo o estado do Piauí, ao todo são 150 policiais envolvidos``, detalhou o delegado.

O secretario de segurança do Piauí, Fábio Abreu, afirmou também que no total são 8 mandados de prisão a serem cumpridos. ``Nós já temos casas que foram feitas as buscas e revistas e encontramos muitos DUT``s (Documento Único de Transferência) que faz a adulteração dos carros, eles podem ser do Detran roubados no ano passado, foi feito esse levantamento e nós já localizamos muitos deles em algumas residências. Também encontramos uma máquina em Timon que faz adulteração de placas, até o momento nós temos 4 pessoas presas mas são 8 mandados de prisão para serem cumpridos, entre eles tem donos de auto escolas e sucatas. Acredito que em todo o Estado eles tem conexões mais rápidas, a gente tem o objetivo de fazer com que esses mandados sejam cumpridos e colher informações para a continuação da investigação``, disse.

``As pessoas que fazem roubo de veiculo vendem por um valor muito abaixo do mercado e mais danoso são para as pessoas que compram e vendem fazendo clonagem desses veículos, todos que tiveram contato com essa quadrilha ja estão identificados e serão chamadas para esclarecimento, outras pessoas que tem envolvimento também serão chamadas para esclarecimentos``, afirmou Riedel Batista.

A operação também ocorre na cidade de Parnaíba, e um homem identificado como Márcio, proprietário de uma sucata na Avenida Deputado Pinheiro Machado foi preso nas primeiras horas da manhã autuado pelo crime de adulteração de veículo e formação de quadrilha. O acusado já foi conduzido para a delegacia, o seu irmão, dono de um posto de combustível na Volta da Jurema, também foi preso e com ele foi encontrado um revólver calibre 38 e uma espingarda. De acordo com o delegado geral, a cidade também tem uma grande participação no crime. ``Nós temos alguns endereços em Parnaíba para fazer busca e apreensão como também prisões``, falou.

Fonte: Meio Norte
Foto: Fotos: Gleitowney Miranda
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 01/07/2015 às 12:41