Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil

Marinha emite alerta de ressaca do mar e ondas de até 2,5 metros no Litoral do Piauí

O fenômeno deve se estender por toda a área litorânea do Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará e Maranhão pelos próximos três dias.

A Capitania dos Portos, da Marinha do Brasil, emitiu nessa terça-feira (4) um alerta sobre a ressaca do mar e ondas de até 2,5 metros nas praias do Coqueiro e Arrombado, em Luís Correia, e Pedra do Sal, em Parnaíba. O fenômeno deve atingir toda a área litorânea do Rio Grande do Norte até o Maranhão pelos próximos três dias. O alerta foi emitido para toda a comunidade marítima piauiense.

O fenômeno ocorre de forma esporádica, sendo a primeira vez a se manifestar neste ano. Durante esse período, a população, pescadores e embarcações precisam ficar em alerta por causa dos riscos com a maré alta.

Com a ressaca no litoral, os alertas se reforçam para o período propício de acidentes na orla devido às fortes ondas. A previsão é que após o período que compreende os três dias do fenômeno, o mar já possa atingir sua normalidade.

No entanto, devido à pandemia da Covid-19, o Governo do Estado do Piauí decretou que banhistas não podem utilizar as praias para evitar aglomerações em combate a disseminação do novo coronavírus.

No entanto, as atividades de pesca e marítimas, dentro das atividades econômicas essenciais que estavam em funcionamento, também devem cessar durante o período da ressaca. A Marinha afirmou que embarcações que estavam em alto mar já foram avisadas para retornarem.

Decretos no Piauí de isolamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.

Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.

O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

G1-PI

Fonte: Portalphb.com.br
Foto: Marcos Serra Lima/G1
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 05/08/2020 às 18:11