Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


O caos dos estacionamentos em Parnaíba

Andar em dias normais pelo centro de Parnaíba é um caos, imagine agora nos feriados e em data comemorativas como, por exemplo, Natal, ano novo e carnaval.

O centro de Parnaíba é uma terra sem Lei e sem dono. A disputa constante de motos, carros, bicicletas, carroças e pedestres por um espaço de chão é grande e, para alguns condutores de veículos automotores, cruel e desumano.

Parnaíba não é mais uma cidadezinha do interior, uma cidade provinciana ou uma capoeira, como os antigos diziam. Parnaíba é uma cidade que cresce e se desenvolve, mesmo com os políticos fazendo força pra que isso não aconteça. Mas o grave problema desse crescimento e desenvolvimento é que algumas regiões da cidade, como, por exemplo, o centro de Parnaíba, cresceu em número de lojistas formais e informais, e o que é pior, cresceu de forma desordenada.


Estacionamento

Devido ao crescimento de lojistas, formais e informais, e o aumento do fluxo de veículos em Parnaíba, encontrar locais pra estacionar no centro da cidade é tarefa das mais difíceis e desgastantes. Para piorar a situação muitos donos de lojas acham-se no direito de bloquear as frentes de seus estabelecimentos transformando-os em locais privativos para estacionarem seus próprios veículos, o que, por Lei, é proibido.

Alguns empresários estão aproveitando essa grande escassez de espaço para estacionamento, principalmente no centro da cidade, para investirem em Estacionamentos privados, gerando renda, empregos e ajudando ainda mais no desenvolvimento da cidade. O problema desses locais privativos para estacionamentos é que eles possuem um custo, que varia de R$ 1.50 a R$ 2.00 dependendo do local, dinheiro esse que muitos não dispõem em seus orçamentos, como é o caso dos funcionários do comércio central, que precisam chegar ao local de trabalho cada vez mais cedo no intuito de conseguir uma vaga para estacionar seus veículos.


Engenharia de Trânsito

Um dos agravantes dessa caótica situação de espaços para estacionar, com certeza, deve-se a reestruturação realizada pela engenharia de trânsito de Parnaíba que priorizou os carros em detrimentos das motocicletas, sabidamente em maior número em relação aos carros de passeio. Com essa engenharia de trânsito que temos hoje no centro da cidade, principalmente na Praça da Graça e em seu entorno, será difícil que esse grave problema de mobilidade urbana seja resolvido.


Falta de Respeito e de educação

Boa parte desse problema poderia ser resolvido com um pouco de respeito e educação dos condutores de veículos automotores e com uma maior fiscalização por parte dos agentes da Lei, principalmente em frente à Praça da Santa Casa e na Rua Humberto de Campos, locais que alguns motoristas gostam de estacionar de forma equivocada e estacionar em fila dupla, muitas vezes aos olhares dos guarda municipais.

Reeducação do Trânsito

Em algumas cidades do Brasil é comum vermos campanhas educativas realizadas pelo governo Estadual e/ou pelo DETRAN. Em Parnaíba à educação é feita na ponta da caneta, através de multas. Para os responsáveis pelo setor é mais fácil ? e menos custoso ? multar do que organizar e patrocinar campanhas de educação no Trânsito. Um caso típico dessa falta de vontade em educar pode se ver no aumento significativo de acidentes em faixas de pedestres em nossa cidade. Nesse caso, tanto condutores como pedestres, precisariam passar por orientações de segurança.

Outra forma bem simples de melhorarmos a mobilidade no centro da cidade seria a proibição de circulação de caminhões para embarque e desembarque de mercadorias, fato comum nos grandes centros onde existem horários pré-definidos para esse tipo de serviço e que, em Parnaíba, infelizmente ainda não dispomos de tal regulamentação.



Fonte: Walter F Fontenele / Portalphb
Foto: Walter F. Fontenele
Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
Postada dia 15/12/2014 às 15:09