Portalphb - Portal de Notícias de Parnaíba,Piauí,Brasil


Nota de Esclarecimento

Sempre prezando pela verdade dos fatos e, que não paire dúvidas, publicamos essa Nota de Esclarecimento solicitado pelo familiares de Edilson Morais Brito e Socorro Brito.

Os familiares de ,Edilson Morais Brito e Socorro Brito, acerca dos fatos publicado nesse espaço e em outros blogs de Parnaíba, esclarecem que, não é intenção de nenhum de seus membros continuar com os trabalhos que a empresa, Morais Brito Turismo, prestava à seus clientes, como foi ventilado na matéria postada em 28/11/2014 às 13:58, com o título: Denuncia: Placas de comerciais de Morais Brito Turismo foram destruídas

Confira na íntegra a matéria publicada

No final da tarde da última quinta-feira (28), recebemos uma denuncia que um determinado cidadão estaria quebrando as placas de comercial da empresa Morais Brito Turismo que era de propriedade de Edilson Morais Brito, o pivô da tragédia da última segunda-feira (24) que terminou com duas mortes e um suicídio e que abalou a cidade e a sociedade parnaibana.

Nossa reportagem dirigiu-se ao local para comprovar às denuncias. Conforme podemos constatar pelas fotos realizadas do local, realmente todas as placas que ficavam em frente à Morais Brito Turismo foram destruídas e colocadas dentro do camburão de lixo que fica nas proximidades do referido ponto comercial.

Ficamos sabendo também que um parente do ex-empresário, Edilson Morais Brito, tem intenções de reabrir a loja da Morais Brito Turismo, fato esse que poderá trazer problemas no futuro próximo, devido ao ar de ódio e animosidade que já existia e, depois da daquela fatídica tarde de segunda-feira (24), com certeza ficará mais acirrado.

Portanto, seria de bom tom que as autoridades competentes ficassem em alerta para essa situação para que não tenhamos, nunca mais, um fim de tarde tão tenebroso com aquela fatídica tarde de 24/11/2014.

    Fonte: Walter F Fontenele / Portalphb
    Foto: Divulgação
    Edição: Walter F. Fontenele/PortalPhb
    Postada dia 29/11/2014 às 00:42